Você sabe o que deve conter em um projeto estrutural? Veja aqui!

 em Uncategorized

A elaboração de um projeto estrutural é indispensável a qualquer modelo de construção. Antes de iniciar a obra, é preciso encontrar as melhores soluções para otimizar a utilização de recursos, garantir a segurança, promover a sustentabilidade e assegurar que o empreendimento atenderá às exigências da prefeitura local.

Independentemente do porte da obra pretendida, tanto o engenheiro quanto o arquiteto precisam levantar um conjunto de informações necessárias ao projeto. Tais conhecimentos determinarão, por exemplo, o valor cobrado, a viabilidade da construção e o atendimento às expectativas do cliente.

Quer saber o que é e o que deve conter em um projeto estrutural? Veja a seguir!

O que é um projeto estrutural?

Entende-se por projeto estrutural (cálculo estrutural) aquele complementar ao projeto arquitetônico. Ele é confeccionado por um engenheiro que detém conhecimentos relativos às estruturas. O foco do projeto é o detalhamento e o dimensionamento dos elementos da estrutura, ou seja, dos pilares, das vigas e da laje, por exemplo.

O projeto estrutural é o grande responsável pela segurança. Por isso, necessita prever e evitar as patologias (deslocamento dos pisos, queda de revestimentos, trincas, dentre outras) e basear-se em, pelo menos, três aspectos: economia, segurança e durabilidade (sustentabilidade).

Basicamente, a elaboração de um projeto estrutural requer: projeto arquitetônico, levantamento topográfico e investigação de solo. Além disso, o engenheiro necessita manter estreito contato com o arquiteto e com o cliente.

Só assim, é possível alinhar o trabalho multidisciplinar e ter acesso às necessidades e à disponibilidade de investimento do contratante. Dito isso, confira o que deve conter em um projeto estrutural.

O que deve conter em um projeto estrutural?

Visita técnica

A visita é um dos primeiros passos do projeto e visa a analisar as características do local da obra. Na ocasião, será verificado o aspecto do solo, as construções de fronteira, o acesso de equipamentos e a disponibilidade de mão de obra e materiais.

Delimitação da estrutura

Com o projeto arquitetônico e as informações colhidas na visita, inicia-se – em acordo com o arquiteto e com o cliente – a fase de definição da estrutura. Geralmente, os sistemas estruturais mais utilizados são o metálico, o de madeira, o concreto protendido, a parede de concreto, a alvenaria estrutural e o concreto armado.

Cálculo estrutural

O cálculo da estrutura é parte fundamental do projeto. Ele é realizado por um profissional capacitado que utiliza softwares, técnicas, procedimentos analíticos e normas técnicas compatíveis com o material escolhido. Ao fazer as contas, o expert estabelece o posicionamento e as dimensões dos pilares e vigas, as especificações da fundação (quando for o caso), os muros de arrimo, dentre outros.

O cálculo da estrutura vai além das formulações matemáticas. Ele considera também o conforto visual, o funcionamento conjunto e isolado de cada peça, as possíveis deformações e até a vibração da estrutura.

Especificação e desenho do projeto

O desenho é a fase antecedente à entrega do projeto. Ele se refere à apresentação gráfica das estruturas com as dimensões que foram obtidas por meio dos cálculos. A representação precisa estar dentro dos padrões técnicos e ser clara para evitar dúvidas na etapa de execução.

Vale lembrar que arquiteto e engenheiro atuam juntos. Ou seja, é recomendável que o desenho não interfira negativamente no projeto executivo desenvolvido pelo arquiteto e dele se aproxime tanto quanto for possível.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Emissão do projeto

A emissão corresponde à última fase. O projeto deve ser entregue impresso, assinado e acompanhado da Anotação de Responsabilidade Técnica (ART), documento que confirma a responsabilidade do engenheiro pela estrutura. Em alguns casos, a emissão é acompanhada do memorial descritivo, de cálculo e da planilha quantitativa.

Quais as vantagens do projeto?

O projeto estrutural é um investimento capaz de oferecer diversos benefícios, tais como:

  • atendimento às normas técnicas;
  • garantia de segurança;
  • cálculo do custo e racionalização no uso dos recursos;
  • facilitação das manutenções posteriores;
  • compatibilidade com outros projetos;
  • escolha e aplicação correta do sistema estrutural;
  • previsão de ampliação e redução de interferências.

Como você observou, esse projeto é imprescindível à qualidade da obra. Além de apresentar muitos benefícios, ele pode evitar transtornos relacionados à manutenção e à segurança da edificação.

Agora que você sabe o que deve conter em um projeto estrutural, tenha acesso a outras informações seguindo nossas páginas nas redes sociais! Estamos no Facebook, no Instagram e no LinkedIn!

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

administração de escritórios de arquitetura e engenhariaComo calcular o VGV
Contato por WhatsApp