Como vender serviços de engenharia: 4 erros que você deve evitar!

 em Uncategorized

Muitos profissionais ainda não descobriram como vender serviços de engenharia de maneira satisfatória. Cada vez mais, a competitividade do mercado tem exigido que os engenheiros se qualifiquem e encontrem soluções criativas para dar visibilidade ao seu trabalho e, consequentemente, fechar negócios vantajosos.

Entretanto, essas não são as únicas questões que limitam a carreira dos protagonistas da construção civil. Alguns equívocos comprometem o desempenho do profissional no momento da venda dos serviços. Veja a seguir quais erros você deve evitar para garantir o sucesso!

1. Demonstrar insegurança

Quando uma pessoa busca um engenheiro, ela quer encontrar alguém em quem possa confiar. Lembre-se que o projeto e a obra muitas vezes representam a realização de um sonho e um passo muito importante. Portanto, para que o cliente confie o seu investimento a esse profissional, é indispensável que ele transmita segurança e preparo.

Para isso, o engenheiro precisa ter à sua disposição todos os conhecimentos necessários, bem como adotar uma postura profissional compatível com o momento. A linguagem utilizada precisa ser técnica, mas compreensível ao interlocutor. Prepare-se com antecedência e compreenda como o corpo fala (comunicação não verbal), fique sempre de olho na postura adotada.

2. Utilizar ferramentas e canais inadequados

O engenheiro desenvolve diversas atividades em campo. Por isso, é indispensável oferecer canais de comunicação que vão além do telefone do escritório. É preciso recorrer à tecnologia para facilitar o acesso dos clientes aos seus serviços, reduzir o tempo de resposta e converter contatos em vendas.

Portanto, além das tradicionais ligações telefônicas invista em:

  • aplicativos de mensagem instantânea (WhatsApp, Messenger, Telegram e Facebook): aumentam a facilidade e a velocidade da comunicação. Oferecem recursos interativos e, geralmente, já são utilizados pelos clientes;
  • email: permite o envio e o recebimento de arquivos, pode ser utilizado como estratégia de marketing e oferece ao usuário a possibilidade de responder segundo a sua disponibilidade de tempo e atenção;
  • short message service (SMS): possibilita o SMS Marketing, atualização sobre o status do serviço, avisos sobre eventos e envios de códigos de barras para pagamentos de boletos;
  • chat online: o recurso presente no site da marca aumenta o relacionamento com os consumidores no topo do funil, disponibiliza ajuda, informações aos usuários e agiliza o atendimento online. Atualmente, os chatbots representam uma solução automatizada.

Além de promover diálogos acertados e desburocratizados, lembre-se de demonstrar ao prospect a relevância do seu trabalho. Para isso, você pode, por exemplo, utilizar softwares e aplicativos.

3. Negligenciar o poder da negociação

A negociação é o ponto central para efetivar a venda. Ela deve ser planejada para contornar as objeções do cliente, evitar riscos desnecessários e situações constrangedoras. Cabe ressaltar que o profissional é quem deve comandar a situação, pois, o que está em jogo nesse momento é o valor do trabalho oferecido. Logo, as informações relacionadas aos preços precisam ser objetivas.

Evite as guerras de preços e procure cobrar valores justos para ambas as partes. A flexibilidade é interessante, desde que não comprometa o seu orçamento e a qualidade do trabalho. Construa estratégias de precificação condizentes com o tipo de serviço e com o perfil de cada cliente.

4. Deixar de cuidar do marketing pessoal

Negligenciar o marketing pessoal significa perder vendas. Quanto mais você investir na sua imagem, na qualidade e na divulgação dos serviços, maiores serão as possibilidades de atrair os prospects e transformá-los em clientes. Práticas como utilizar as redes sociais para comentar e publicar conteúdos relevantes, investir em um site e blog e fazer networking são boas alternativas.

Além de cuidar da imagem pessoal e virtual, procure oferecer diferenciais e estabelecer boas parcerias — mas é não é só isso! Preocupe-se com a fidelização do cliente e invista no pós-venda. Isto é, continue disponível após a conclusão do trabalho. O boca a boca continua sendo uma das melhores estratégias de vendas. Um consumidor satisfeito indica os seus serviços para outras pessoas.

Certamente, agora você já sabe quais erros devem ser evitados e como vender serviços de engenharia. Seguindo essas dicas você garantirá a competitividade, fechará mais negócios e aumentará a captação de clientes.

Quer saber mais sobre como vender serviços de engenharia? Entre em contato conosco!

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

contrato de projeto de arquitetura
Contato por WhatsApp