4 ferramentas que auxiliam o planejamento na construção civil

 em Uncategorized

O planejamento na construção civil é fundamental para garantir a máxima eficiência dos projetos. Planejar significa otimizar a utilização dos recursos, reduzir o tempo de resposta ao cliente, prever riscos e impactos e aumentar a precisão de todas as operações.

Um bom planejamento é aquele capaz de guiar, de maneira acertada, as etapas da construção e abarcar todas as fases necessárias, como estudo de viabilidade, orçamento, cronograma físico e financeiro, regularização da obra e acompanhamento dos serviços.

Atualmente, tudo isso pode ser realizado com auxílio de ferramentas e tecnologias desenvolvidas para facilitar o planejamento na construção civil. Você sabe quais são? Confira!

1. Software EVOP

O software disponível em duas versões (módulo engenharia e módulo gestão + engenharia) oferece 12 funcionalidades para o planejamento na construção civil, tais como elaboração de cronogramas, diário de obras, contratos, orçamentos simultâneos, dentre outros. No caso do sistema que conta com o módulo gestão, é possível integrar os processos e desfrutar de recursos que abarcam as operações financeiras (estoque, cotação, custos, rateio etc.)

O EVOP também é capaz de gerar um cronograma global a partir das horas previstas para cada serviço. Além disso, o sistema funciona sem conexão com a internet e tem módulo de integração BIM, o que possibilita ao usuário converter automaticamente os itens do projeto para estabelecer a composição de custo.

2. Lean Construction

O sistema desenvolvido pela Toyota, na década de 40, tornou-se um dos métodos de gestão de projetos mais utilizados na construção civil. O objetivo principal da metodologia é aumentar a eficiência e a produtividade por meio da diminuição de desperdícios, superprodução, tempo de espera e gargalos.

Para garantir os resultados desejados, o Lean Construction segue alguns princípios. Veja:

  • aumento do valor do produto segundo as necessidades do cliente;
  • redução do tempo de ciclo;
  • diminuição da variabilidade;
  • ampliação da transparência dos processos.

Por meio dessas diretrizes, a metodologia garante a otimização de todas as atividades do planejamento na construção civil.

3. PMBOK

O Project Management Body of Knowledge (PMBOK) ou guia para o conjunto de conhecimentos de gerenciamento de projetos — organizado pela Project Management Institute (PMI) — reúne diversas práticas de gerenciamento. A descrição dos processos é de vocabulário comum, o que permite aos profissionais de diferentes áreas trocar informações de maneira facilitada.

Aproximadamente 47 processos são abordados pelos 5 grupos contidos no guia. São eles:

  • iniciação;
  • planejamento;
  • execução;
  • monitoramento e controle;
  • encerramento.

Além disso, o guia abarca 10 áreas de conhecimentos típicas para a maioria dos projetos.

4. Sienge

O Sienge é um ERP (Enterprise Resource Planning ou Sistema Integrado de Gestão Empresarial) de gestão desenvolvido pela indústria da construção para promover o planejamento de obras de modo rápido, eficiente e prático. O software conta com cerca de 12 módulos (engenharia, financeiro, recursos humanos, comercial etc.) que visam aprimorar todos os processos, aumentar a precisão das decisões e integrar as atividades que vão do canteiro de obras ao escritório.

O planejamento na construção civil é essencial ao sucesso. Ele é o que possibilita que os engenheiros e arquitetos reduzam ou anulem os prejuízos financeiros, evitem atrasos na entrega do projeto, diminuam os desperdícios e eliminem o retrabalho. Certamente, recorrer às ferramentas descritas acima o ajudará a otimizar todas as atividades.

Você utiliza alguma ferramenta de planejamento na construção civil? Deixe o seu comentário no post e compartilhe a sua experiência.

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

trabalhar como engenheiro autônomoportfólio de arquitetura
Contato por WhatsApp